Contabilidade: Entidades sem fins lucrativos e sociedades cooperativas

Contabilidade: Entidades sem fins lucrativos e sociedades cooperativas

R$79,90

Neste livro serão tratados dois segmentos inerentes à Contabilidade:
a Contabilidade das entidades sem finalidade de lucros e das
entidades cooperativas.
O mundo pós-contemporâneo exige cada vez mais a transparência,
ao ponto que não há credibilidade sem estar às claras e de forma
compreensível, para os usuários e interessados nas peças contábeis.
Neste sentido, o livro busca subsidiar o trabalho a ser realizado pelos
Profissionais da Contabilidade em seu dia a dia.
A obra apresenta exemplos de contabilização para situações mais
complexas, facilitando a compreensão por parte do público leitor.

Categorias ,
  • Descrição
  • Informação adicional
  • Sumário

Descrição

  • Editora: Conhecimento
  • ISBN: 978-85-93966-02-6
  • Edição: 1
  • Ano: 2018
  • Páginas: 167

Informação adicional

Peso 0.350 kg
Dimensões 16 × 11 × 2 cm

1. ENTIDADES SEM FINALIDADE DE LUCROS

1.1 CONCEITOS E DEFINIÇÕES

1.2 APLICAÇÃO DA POLÍTICA CONTÁBIL À ENTIDADE SEM FINALIDADE DE LUCROS

1.2.1 Reconhecimento das receitas e despesas

1.2.2 Provisão para perdas

1.2.3 Superávit e déficit com restrição

1.3 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

1.3.1 Balanço patrimonial

1.3.1.1 Particularidades das contas classificadas no ativo circulante

1.3.1.2 Particularidades das contas classificadas no ativo não circulante

1.3.1.3 Particularidades das contas classificadas no passivo circulante

1.3.1.4 Particularidades das contas classificadas no passivo não circulante

1.3.1.5 Particularidades das contas classificadas no patrimônio líquido

1.3.2 Demonstração do resultado do período

1.3.2.1 Receitas operacionais

1.3.2.2 Custos e despesas operacionais

1.3.2.3 Despesas operacionais

1.3.2.4 Resultado de operações descontinuadas

1.3.2.5 Superávit ou déficit

1.3.3 Demonstração dos fluxos de caixa

1.3.3.1 Fluxo de caixa pelo método direto

1.3.3.2 Fluxo de caixa pelo método indireto

1.3.4 Demonstração das mutações do patrimônio líquido

1.3.5 Notas explicativas

1.4 CEBAS – CERTIFICAÇÃO DAS ENTIDADES BENEFICENTES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

1.4.1 Universalidade de atendimento

1.4.2 Da certificação

1.4.3 Entidades de saúde

1.4.4 Regulamentação

1.4.5 Entidades de educação

1.4.6 Regulamentação

1.4.7 Entidade de assistência social

1.4.8 Da concessão e do cancelamento do certificado

1.4.9 Dos recursos e da representação

1.4.10 Da isenção e dos requisitos

1.4.11 Do reconhecimento e da suspensão do direito à isenção

1.4.12 Considerações gerais

2. SOCIEDADES COOPERATIVAS

2.1 CONCEITOS E DEFINIÇÕES

2.2 COMO INTERPRETAR E APLICAR AS NORMAS DE CONTABILIDADE

2.3 CARACTERÍSTICAS QUALITATIVAS DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL-FINANCEIRA ÚTIL

2.3.1 Características qualitativas fundamentais

2.3.1.1 Relevância

2.3.1.2 Representação fidedigna

2.3.2 Características qualitativas de melhoria

2.3.2.1 Comparabilidade

2.3.2.2 Verificabilidade

2.3.2.3 Tempestividade

2.3.2.4 Compreensibilidade

2.3.2.5 Restrição de custo

2.4 POLÍTICAS CONTÁBEIS

2.4.1 Conhecendo alguns conceitos

2.4.2 Ponto de partida

2.4.3 Aplicação das normas

2.4.3.1 Aplicação da ITG 2004

2.4.3.2 Aplicação das normas completas – IFRS FULL

2.4.4 Uniformidade de políticas contábeis

2.4.5 Mudança nas políticas contábeis

2.4.6 Retificação de erros de exercícios anteriores

2.4.7 Registro contábil

2.4.8 Investimento em entidade cooperativa

2.4.9 Investimento em entidade não cooperativa

2.4.10 Equivalência patrimonial

2.4.11 Aplicações financeiras

2.4.12 Dispêndios e assistência técnica

2.4.13 Produtos recebidos de associados

2.4.14 Patrimônio líquido

2.5 CONJUNTO COMPLETO DE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS PARA ENTIDADES COOPERATIVAS

2.5.1 Relatório da administração

2.5.2 Relatórios ambientais

2.5.3 Pressupostos importantes para realização das demonstrações contábeis

2.5.3.1 Continuidade

2.5.3.2 Regime de competência

2.5.3.3 Materialidade e agregação

2.5.3.4 Compensação de valores

2.5.3.5 Frequência de apresentação de demonstrações contábeis

2.5.3.6 Informação comparativa

2.5.3.7 Identificação das demonstrações contábeis

2.5.4 Balanço patrimonial

2.5.4.1 Ativo circulante

2.5.4.2 Ativo não circulante

2.5.4.3 Realizável a longo prazo

2.5.4.4 Investimentos

2.5.4.5 Imobilizado

2.5.4.6 Intangível

2.5.4.7 Passivo circulante

2.5.4.8 Passivo não circulante

2.5.5 Demonstração de sobras ou perdas – DSP

2.5.6 Demonstração de sobras e perdas abrangente - DSPA

2.5.7 Demonstração das mutações do patrimônio líquido

2.5.8 Demonstração dos fluxos de caixa

2.5.9 Demonstração do valor adicionado – DVA

2.5.10 Formação da riqueza

2.5.11 Casos especiais - alguns exemplos

2.5.12 Substituição tributária

2.5.13 Notas explicativas

2.5.14 Divulgação de políticas contábeis

2.5.15 Fontes de incerteza na estimativa

2.5.16 Capital

2.5.17 Instrumentos financeiros com opção de venda classificados no patrimônio líquido

2.5.18 Outras divulgações

3. CONSIDERAÇÕES FINAIS

REFERÊNCIAS